Caminho da Adoção - Gestação do Coração

  

Oi Amigas e Amigos,

Hoje vamos falar sobre o processo da gestação do coração, o caminho que muitas famílias encontram para chegar a maternidade.

Como já coloquei em outro post (Gestação do Coração), o que difere a gestação de coração é apenas o tipo de espera(gravidez em si) e o trabalho de parto, pois a maternidade é a mesma, sensações, ansiedades, amor incondicional por aquele ser que acaba de chegar ao nosso lar.

O grande presente que a vida nos dá, não importa o caminho que ela escolhe para nos entregar.

Então quero compartilhar com vocês mais  um texto da nossa amiga e colaboradora  Pri Aitelli do mamy antenada. Ela  vai falar sobre o caminho burocrático da preparação dessas família, dessa mãe e desse pai para a espera e chagada de seu(s) filhos(as).
Boa leitura à todas e todos.

" Olá Pessoal!

Tudo bom com vocês?!
Por aqui tudo bem, gestação do coração transcorrendo numa boa, depois de alguns sustos que futuramente conto para vocês!
Acho legal compartilhar com vocês que, como qualquer outra gestação dita “normal”, antes de começarmos a fase de “namoro e tentativas”, a gestação do coração também precisa de um check-up, e vou dividir esse check-up em: Burocrático e Emocional, e hoje falarei sobre o Burocrático.

O Burocrático nada mais é do que a juntada de papeis e documentos para encaminhar à Vara de Infância e Juventude como ponto inicial no processo de pretendentes a pais adotivos, a primeira etapa da busca pelo sonhado positivo!

Para a inscrição dos interessados no Cadastro de Pretendentes a Adoção são exigidos os seguintes documentos:
- Identidade;
- CPF;
- Requerimento conforme o modelo;
- Estudo social elaborado por técnico do Juizado da Infância e da Juventude do local da residência dos pretendentes*;
- Certidão de antecedentes criminais**;
- Certidão negativa de distribuição cível**;
- Atestado de sanidade mental***;
- Comprovante de residência;
- Comprovante de rendimentos;
- Certidão de casamento ou declaração relativo ao período de união estável, ou certidão de nascimento (se solteiro);
- Fotos dos requerentes (opcional);

Você deve apresentar os documentos originais, juntamente com as cópias; ou cópias autenticadas.

* Esse estudo não é você que apresenta, ele fará parte do processo posteriormente, e será realizado pelas psicólogas e assistentes sociais da Vara da Infância e Juventude de sua comarca.
** Os papeis mais chatinhos de conseguir, pois você tem que ir em todas os Fóruns da sua comarca, caso tenha mais que 1, ex: aqui em Florianópolis tem 2.
*** Esse atestado pode ser dado por qualquer médico, não precisa ser um psiquiatra, então podes escolher um médico que você vá com freqüência.

Modelo do Requerimento

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz da Vara de Infância e Juventude.

(Nome do casal), ele nascido (local e data), profissão; ela nascida (local e data), profissão; residentes (endereço completo), vêm respeitosamente junto a Vossa Excelência  requerer a inscrição como candidatos a adoção de (número de crianças), em condições jurídicas de adoção, com fundamento no art. 50, 1, da Lei 8.069/90, de 30 de julho de 1990.

Nestes Termos
Pede Deferimento

Local e data.
Assinatura de Ambos


Esses documentos devem ser encaminhados ao Fórum da comarca de sua residência, e você só pode se inscrever nela. Antigamente você podia se inscrever em diversas pelo Brasil inteiro; hoje existe uma fila única estadual e nacional.

Depois que protocolou os documentos no Fórum não significa que você já está no Cadastro Nacional de Adoção, existem mais 2 etapas importantes para vocês receberam o "APTOS à Adoção"... Curso para Pais e Estudo psico-social


Pri Aitelli
www.mamyantenada.com.br
www.mamyantenadaloja.com"





  Obrigada Pri pelo seu carinho como sempre , sua atenção e dedicação a esse trabalho de divulgar e nos orientar sobre os caminhos da gestação do coração e dividir com nós toda sua emoção e aprendizado.
  A vida muitas vezes nos prepara outros caminhos para chegarmos ao nosso objetivo maior, às vezes um caminho curto, ou um pouco mais longo e atribulado, mas o importante é que nunca desistamos do que realmente queremos,  ainda mais quando se trata do maior presente da vida, a maternidade, os filhos.

Para tê-los tudo vale a pena.
Ser mãe é não desistir, acalentar, lutar, acolher e principalmente AMAR.

Desejo a todos muitas alegrias junto ao seu filho ou filha e se este ainda não chegou é porque ainda tem algo para ser preparado.


Abraços Carina Janesch
Consultora Pós parto e Amamentação. 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

carina.janesch@gmail.com

Enfermagem Domiciliar

Outros Blogs e Links!!!

Bebemcasa&ApoioMaterno
Apoio Materno

Bebemcasa&MamyAntenada
Cute & Cool Craft

Bebemcasa&MamyAntenada
Mamy Antenada

Videoteca

Aqui uma playlist de videos para você curtir!


Blogger Template Mais Template - Author: Papo De Garota
PageRank